8 M - Dia Internacional da Mulher

Não é “Feliz Dia da Mulher” sem reconhecer a luta e a história por trás da data. Não é “Feliz Dia da Mulher” num Estado patriarcal neoliberal. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem mulheres pretas.

Não é “Feliz Dia da Mulher” sem feminismo negro. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem mulheres trans. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem equidade salarial. Não é “Feliz Dia da Mulher” enquanto trabalho doméstico não é reconhecido como trabalho. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando mais de 26 milhões de mulheres brasileiras já foram assediadas e quando esse assédio começa na infância e na adolescência. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando meninas de 15 a 19 anos contam como o maior percentual de pessoas grávidas no país. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando meninas de 10 anos engravidam vítimas de abuso sexual e são coagidas a não interromperem a gestação. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando mulheres morrem quando escolhem interromper uma gravidez. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando o aborto segue sendo penalizado. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem aborto gratuito, legal e público. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem a luta feminista. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem as feministas. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem os aliados na luta feminista. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem o senso político do feminismo. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem políticas públicas voltadas às mulheres. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem um governo com equidade de gênero. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem acesso gratuito a produtos de higiene feminina. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem educação sexual. Não é “Feliz Dia da Mulher” com um governo que desrespeita mulheres. Não é “Feliz Dia da Mulher” com um presidente machista. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando mulheres negras e mulheres indígenas são ainda mais propensas a sofrerem violência - sexual, médica, social. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem uma medicina feminista. Não é “Feliz Dia da Mulher” sem desconstrução meritocrática. Não é “Feliz Dia da Mulher” quando a razão para respeitarmos mulheres é “ela poderia ser sua filha” ou “todos viemos das mulheres”. Não é “Feliz Dia da Mulher” enquanto o sexo se sobrepor ao gênero e a afirmação do mesmo. Não é “Feliz Dia da Mulher” enquanto a construção social de gênero for opressora. Não é “Feliz Dia da Mulher” enquanto resiliência feminina for visto como algo bom e não como uma falha social que oprime e acoa mulheres.


Não é “Feliz Dia da Mulher”.


É o Dia Internacional da Mulher, data histórica de luta, de resistência e de reconquista do poder. Comemoremos nossas vitórias enquanto nos preparamos para as próximas conquistas.


O FSMSSS se orgulha de apoiar o movimento feminista e seu legado dentro do campo da seguridade social e da saúde.


Que viva o feminismo interseccional, negro, anti-capacitista, anti transfóbico e inclusivo.


51 visualizações0 comentário